Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Queimam florestas...
jequitibás centenários
retorcem-se no fogo
gramíneas somem
lambidas pelas chamas
meus verdes, meu ninho
desaparecem
flores caem amuadas
a dor se espamarra

estou privado de respirar

o Azulão coitado
tenta o vôo da fuga
a floresta está gritando

coelhos, veados,
sapos e macacos
os bichos correm
numa louca retirada
No ar, fumaça
e confetes negros
de tristeza
a mata cai sem resistir
quero só cantar
ninguém escuta meu rogo
o calor me suga
meu canto fica rouco... 

Quem é este bicho
que mata a natureza?

14/01/2006
Soninha Porto Poemas
Enviado por Soninha Porto Poemas em 15/11/2007
Reeditado em 18/09/2009
Código do texto: T738105

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Direitos reservados à autora Soninha Ferraresi Porto®). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Soninha Porto Poemas
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
293 textos (16656 leituras)
1 áudios (61 audições)
18 e-livros (1754 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 09:20)
Soninha Porto Poemas