Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nada pode ser normal

Ausente em tudo o que vejo
E das coisas que não posso tocar
Em qualquer circunstância
Em qualquer lugar
Em cada passo de uma vida
Disperso na multidão
De violência e dor
Em meio à solidão urbana
Enclausurado por medo do terror

Pessoas ao meu redor
Vidas que se cruzam
Por um destino profano
Uma alucinação, uma visão
Na perfeição do meu engano

Estou perto demais
Para poder acreditar
Deve haver alguma coisa
Nada disso pode ser normal
Tudo o que acontece
É sempre tão real.
Diego Alves da Silva e Fernando José Cantele
Enviado por Diego Alves da Silva e Fernando José Cantele em 06/12/2007
Código do texto: T766827

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Diego Alves da Silva e Fernando José Cantele
Quitandinha - Paraná - Brasil, 33 anos
166 textos (6120 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 09:58)
Diego Alves da Silva e Fernando José Cantele