Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VEREDICTO FINAL




    QUAL A RAZÃO ?

    A PENA LHE CABE ENTÃO ?

    ATROPELOU,

    MATOU,

    FUGIU...

    CEIFOU PRECIOSA VIDA,

    DE MINHA SOFRIDA VIDA,

    SUMIU,

    ESTÃO A PROCURAR...

    COMPLETA EMBRIAGUÊS,

    RELATA O BOLETIM DE OCORRÊNCIA,

    QUAL A VÍTIMA DA VEZ?

    NÃO HÁ PENA POR ESSA PENDÊNCIA.

    ME REVOLTO, FERIDO NO CORAÇÃO,

    JUSTIÇA NÃO SE FAZ,NEM SE FEZ...

    PERDI MEU AMIGO, IRMÃOS,

    N'UM INSTANTE  EU REVOLTADO

    ATIRO: VEREDICTO - CULPADO?

    SIM, MINHAS PRÓPRIAS Mãos.

   
Maurélio Machado
Enviado por Maurélio Machado em 29/11/2005
Código do texto: T78694
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Maurélio Machado
São Bento do Sul - Santa Catarina - Brasil
9530 textos (1825069 leituras)
2 áudios (1225 audições)
101 e-livros (6632 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/01/21 17:47)
Maurélio Machado