Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Coisas que eu já não sou

Eu existo?
Acho que morri!
Não pertenço mais aos meus princípios
Meu carater real me fugiu
Estou perdida
Estou no meio de uma tempestade de areia com os olhos escancarados
Quanto mais quero ver
Menos enxergo
Vou ter que me reiventar!
Tenho que me refazer!
Ou relembrar que na vida o mais importante é ser feliz
Não quero mais viver por alguém que nega se entregar
Não quero mais viver por ninguém
Preciso viver por mim
Isso já é absolutamente suficiente
Sei que tenho capacidade de descobrir as melhores risadas dentro de mim
De achar a mulher mais bonita e simpática
A mais louca e feliz
O meu delírio as vezes pode ser a minha satisfação
O que pode parecer loucura pra você
As vezes é o melhor pra mim
Talvez encontre dentro de mim a chama mais ardente que já imaginei encontrar
Eu me descubro
Eu me reiinvento
Mas não vou chorar por alguém que de mim não sabe nada
Que pensa que meus sonhos são utopias impossíveis mesmo
Talvez sejam, mas são as minhas utopias
Já parou pra pensar que isso talvez seja o que me faz seguir em frente?
Eu não preciso de você
Eu não preciso de ninguém agora
Eu só preciso de mim!
Tenho que me encontrar!
Preciso voltar a ser eu!
Porque já não sou aquela garota que tem planos para o futuro
Já não sou aquela garota que acredita no amor
Não sou mais aquela mulher que confia em si mesmo
Porque já não tenho o mesmo olhar
Porque já não sou aquela moça que enche de alegria um lugar
Porque já não sou mais cheia de vida
Porque jánão sou tão diferente
Porque já não sou eu!
Larissa Matos
Enviado por Larissa Matos em 08/05/2008
Código do texto: T981148

Comentários

Sobre a autora
Larissa Matos
Campo Verde - Mato Grosso - Brasil, 35 anos
33 textos (2992 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/05/21 10:22)
Larissa Matos