Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

OLIGARQUIA QUE ESCRAVIZA

A minha submissa obediência, vem de longe.
Vem desde que o meu país foi invadido, colonizado, escravizado, industrializado e manipulado pelos célebres Senhores do poder.
Se digo sim, o olhar vigiador de quem manobra o pais, já me oferece dúzias de nãos e com seus artifícios mandatários, aos poucos e visivelmente, sabe como me calar.

Nada é meu, se não a certeza dessa clara submissão, pois por muitas vezes eu sou e estou sozinho para reivindicar o que as vezes penso SER MEU POR DIREITO.

Oligarquia,é um instrumento de açoite que me maltrata no tronco pela ignorância de berço que trago,como marca maior de servidão.

A minha liberdade é vigiada e os meus passos são seguidos por muitos olhos que dominam uma sentença de castigo,utilizando um outro instrumento maior de tortura: A CANETA, que traz no tinteiro a minha já anunciada condenação.

Povo calado, povo gado, povo no corredor da obediência, perde o seu rumo,mas obedece a *TELEGUIACAO* de quem lhe domina.

Minha voz não ecoa,meu grito é abafado,meus valores são ínfimos aos olhos de quem oligarquicamente,mantem as rédeas do poder para direcionar uma nação.

Um povo sabido não é manobrado, posto que,se muito souber, entenderá que a luta e o sonho, é tão somente o bálsamo que lhe resta para o alívio das dores,que a alma ALEM DO CORPO, sempre sentiu.

Qual a saída desse corredor da morte?

O SABER, ATRAVÉS DA EDUCAÇÃO, que conscientiza e liberta, mas somente se você quiser realmente ser alforriado da tua ignorância.




[28/12/2017] 09:04
CARLOS SILVA POETA CANTADOR
Enviado por CARLOS SILVA POETA CANTADOR em 28/12/2017
Código do texto: T6211060
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
CARLOS SILVA POETA CANTADOR
Cipó - Bahia - Brasil, 57 anos
381 textos (17256 leituras)
3 áudios (398 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/09/20 09:34)
CARLOS SILVA POETA CANTADOR