Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Balada do Amor Abalável
 
Perfilando meus sentidos ainda entendidos
Reencontro-me na tua essência perdida
No meio aos tantos tonéis de lixo revestidos
A canção ressoa como oração sentida
 
Seus desenhos e minhas diversas letras
Nunca quiseram se encontrar nas paredes
Do quarto escuro e quente das violetas
Pássaros e livros, nossa soma em vertentes
 
Sorrisos e abraços ao pé do ouvido
Verdades perdidas em versos não entendidos
Razão e coração nunca ressentidos
Apenas carinho que temos mesmo mentido
 
Beijos e juras tão latentes como a canção
Que embala os corações que tem a certeza
De que serão abaláveis a cada leve trovão
Que em suas vidas resolver agir com proeza
Samara Lopes
Enviado por Samara Lopes em 05/10/2008
Código do texto: T1213370

Copyright © 2008. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Sobre a autora
Samara Lopes
Fortaleza - Ceará - Brasil, 37 anos
871 textos (56673 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/05/21 08:41)
Samara Lopes