Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Contemplas a Vaidade de Olhos Fechados

Interrogo-me com alegria tão silenciosa:
Se a tua paixão ainda existe;
Vibra sempre como uma sintonia;
Teu olhar vadio...
Desperta em teu rosto irónico!
Amor vibrante e sedutor:
Teu olhar vadio ao vibrar com este cruzar;
É um pressentimento;
Do teu corpo arredio...
Toda a minha sensação translúcida!
É a tua ira de rebeldia:
Franzes teu sobrolho;
Contemplas a vaidade de olhos fechados...
Tens amanheceres de saudade!
Despertam no horizonte:
A tua ironia toldada;
Com olhar vadio de vida magoada;
Tantos são os sintomas...
Arrogância de amor e paixão escondida!
Despertam em teu rosto:
Sensações de sofrimento;
Do amor vibrante e sedutor encetado a dois...

                                                                      18/10/2019
                                                                 José Duarte André
José Duarte André
Enviado por José Duarte André em 18/10/2019
Código do texto: T6772949
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
José Duarte André
Portugal, 76 anos
493 textos (14938 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/19 19:32)
José Duarte André