Capaz

Como se busca o obsoleto?

Como podes ser capaz?

"Pego onde você quiser!"

Aos modos de sua prerrogativa

O seu habitual

O meu não é!

Te deixaria feliz?!

Sua tristeza infeliz

O ciclo infernal

O nada sonda

O manicômio me espera?

E nadar no lithium!

Procuro o que mereço?

Na sua prerrogativa

Mas não vou me enquadrar

Falida fidelidade basilar

Aquele arrependimento efêmero

Sua face de choro

O desespero

No momento

Com o coração destroçado

Sua compaixão é um golpe

No galope do calendário

Onde faço meu diário

Te estendo a mão

Te dou meu corpo

Meus cabelos jogados

Ao chão

Iluminando minha vida

Na escuridão incisiva

Sua verdade diluída

Líquida de orgulho

Voltas com tudo

Com meu corpo envergonhado

Com minha sanidade deturpada

Com minha vida em suas mãos

Kessi Evergarden
Enviado por Kessi Evergarden em 28/06/2023
Reeditado em 28/06/2023
Código do texto: T7824522
Classificação de conteúdo: seguro
Copyright © 2023. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.