Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poça d'água

É a pequena poça de chuva
Formada com muita insistência
Depois de vários dias caindo
De maneira gentil, delicadíssima
Acariciando o chão abrasivo
Que finalmente arrefeceu,
E cedeu seu espaço

É a pequena tentativa de vida
O restrito espaço de esperança
Frágil como capricho de nuvem
Variável como direção de vento
Que carrega minhas esperanças
Como um pequeno girino,
Um ínfimo organismo
Encerrado numa poça de chuva.

Mas quando a chuva desce do monte
E carrega consigo milhões de anos
Lavando e sujando pelo caminho
Transportando os sedimentos
Os restos, os brotos, sementes
Os ovos e as serpentes
Alimentando as nascentes
Eu revivo também.

Quando a chuva retorna
Pro bem ou pro mal
A cabeça se apruma
A vista se arruma
O mundo volta ao normal.
Odemilson Louzada Junior
Enviado por Odemilson Louzada Junior em 05/01/2015
Código do texto: T5091958
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Odemilson Louzada Junior
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 45 anos
299 textos (14028 leituras)
1 áudios (33 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/10/19 17:33)
Odemilson Louzada Junior