Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A verdade é que eu não tenho idade:



Não sou gente grande o tempo todo.
As vezes faço palhaçadas, brinco de me esconder, dou um abraço de urso,  mas choro sem ninguém perceber.

Tem dia que tenho uma coragem absurda, no outro até o escuro me assusta.

Confesso que as vezes, ainda me deito no chão, e procuro desenhos no céu. Já vi ursos, elefante, e até um barco de papel.

Pior é quando vejo um balanço, quero voar até o céu.
Se aparece um plástico bolha, minha maturidade vai pro beleléu.

A vida de adulto é boa,
mas a da criança que vive em mim, é que não me deixa cair. E quando caio, lá no fundo ela me diz, ei levanta daí? Foi só mais um arranhão, assopra que amanhã vem a cicatriz.

E assim sigo a vida,
pisando na ponta do pé, empilhando algumas lembranças, e as vezes querendo um cafuné.
Poema Autora #Andrea_Domingues ©

Andrea Domingues
Enviado por Andrea Domingues em 31/07/2019
Código do texto: T6708940
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Andrea Domingues). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Andrea Domingues
Ribeirão Preto - São Paulo - Brasil, 39 anos
351 textos (5199 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/19 15:06)
Andrea Domingues