Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VANESSA

Ainda é pequenina
Os olhos matreiros, atenta com detalhes
Pois tudo a volta é um desconhecido
Num impulso vai descobrindo
O que há em cima da mesa
O que tem embaixo da cama
Sem maldade puxa aqui, revira acolá
Impetuosa se desvencilha do olhar materno
A procura de mais e mais aventura
O dia vai passando depressa
Depressa demais para seu gosto
Vai descortinando a noite
A luta contra o sono vai aumentando
Os olhos pesados então vão se fechando
Dorme Vanessa que a cuca vem pegar.


HOMENAGEM A MINHA FILHA CAÇULA
Julio Alves Filho
Enviado por Julio Alves Filho em 26/01/2006
Código do texto: T104051


Comentários

Sobre o autor
Julio Alves Filho
São Paulo - São Paulo - Brasil, 57 anos
233 textos (13787 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 30/09/20 13:00)
Julio Alves Filho