Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

No pasto

Andando pelo longo-longo pasto
Deparou-se com um obstáculo
Um grande, quente, fétido e vasto
Monte de fezes de um vácuo
Logo foi identificando em grito
O nome do incomodo objeto
E mesmo depois de tudo dito
Seu fedor continuava perto
E foi assim o seu caminho
Para fora do pasto, para o lar
Arrependendo-se por usar linho
Pôs-se a calça aos regurgitos lavar
BOI (Luciano Alencar)
Enviado por BOI (Luciano Alencar) em 06/11/2005
Reeditado em 01/04/2006
Código do texto: T68149
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
BOI (Luciano Alencar)
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 33 anos
246 textos (27053 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/10/20 07:38)
BOI (Luciano Alencar)