Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Peripécias

Embalado nas ondas dos prazeres
Navego nas ondas da displicência
Sinto-me fútil em minha inconseqüência.
E sigo inútil a procurar sentido para mudar!

Não tenho asas, nem pouso, nem vou...
Não tenho nada. Nada além do hoje
A me cobrir de duvidas e falsas verdades
Com intensidade vivo o agora. Desconheço o depois!

Não faço de minhas aventuras o centro de tudo
Mas tudo está no centro das peripécias
O prazer, a própria utilidade da vida
E que assim seja vivida; completamente!

Chamam-me de louco. Acordo!
Acordo pra mais uma vez viver assim
Não me prendo a regras, teias ou códigos
Sou livre, perigosamente livre!...
Sabino Marques Martires de Sousa
Enviado por Sabino Marques Martires de Sousa em 18/06/2009
Código do texto: T1655343


Comentários

Sobre o autor
Sabino Marques Martires de Sousa
Itaituba - Pará - Brasil, 48 anos
79 textos (1887 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/09/20 23:30)
Sabino Marques Martires de Sousa