Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quando Paganini se Embriagou


Meus versos agora são todos de partida.
Tinha tudo para dar certo, mas meu eu dissipou-se nas teorias.
E por isso partir e naquela hora
Havia uma galinha que sabiamente ciscava,
Porém ciscava em busca de alimento
Enquanto eu passei a minha existência toda cavando
Em busca da verdade,
Como se eu escavando pudesse encontrá-la!

E naquela hora eu queria ficar ali imóvel
Contemplando aquela galinha,
Que por alguns minutos me fazia esquecer o escritório
E Tomás de Aquino!
Entretanto a bagagem me pesava e o trem já apontava.

Agora já passada a travessia, diante da xícara muda,
Da porta muda, da minha consciência muda, cerro o punho
E soco o braço da cadeira: “tinha tudo para dar certo!”.
Daqui da minha alma não vejo senão espectros, diante das minhas mão um livro que não me responde nada!
E nem a galinha sábia daqui do cubículo consigo avistar mais!

Deixei algo esquecido por onde passei.
Sim deixei algo!
Alguém deve ter ficado com meus olhos tristes!
Alguma rapariga insana com certeza atreveu-se a guardar
Minha boca em sua caixinha de costura junto com a foto dos seus pais.
Mas eu deixei algo por onde passei!
Talvez a fragrância dos meus gestos, geométricos e sem vida.
Alguém deve ter se espantado,
Sorrido,
Ouvido!
André Breton
Enviado por André Breton em 14/02/2007
Código do texto: T380915


Comentários

Sobre o autor
André Breton
Aracati - Ceará - Brasil, 35 anos
60 textos (16399 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/09/20 09:53)
André Breton