Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CORAÇÃO QUE SANGRA.

  MEU CORAÇÃO SANGRA AO VER O CAOS.
O CAOS SOCIAL SEM PATERNALISMO DESSE PAÍS.
RISOS E MORTES AOS BORBOTÕES EM FRENTE A TV.
UM ESPETÁCULO DE MEDIOCRIDADES E DROGA.
UM MONSTRO SE REVELA AO SEU CRIADOR...
A CRIATURA GEME E CHORA DIANTE DA DÉCADA DE HORROR.
ONDE O POETA É CONSIDERADO MUSEU E RÉU.
E O ANALFABETO QUE PULA E TRANSA DENTRO DA CASA...
É A MELHOR ESCOLHA JUNTO COM SUA FÊMEA VOLUPTUOSA.
ESTA MULHER ENXOVALHADA PELA MÍDIA, QUE SÓ SABE FÊMEA...
ACHO QUE NEM ISSO, TALVEZ UM ANDRÓIDE DO SEXO EXPLÍCITO
E FRIO...QUE BUSCA A FAMA A QUALQUER PREÇO...
MULHER MESMO, SÃO POUCAS, POUQUÍSSIMAS...
E SABE, ATÉ O QUE TEM OLHOS DE VER TUDO ISSO COMO ERRO...
ÀS VEZES ENCONTRA NATURALIDADE NESSES MAUS DIAS...
QUE ACABRUNHAM OS DILETOS DE DEUS...
Valéria Guerra
Enviado por Valéria Guerra em 14/02/2014
Código do texto: T4690602
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Valéria Guerra
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
3458 textos (122669 leituras)
196 áudios (9325 audições)
3 e-livros (184 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/10/19 21:04)
Valéria Guerra