Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EU HERODES

Caçada cruel aos tolos devaneios
Sonhos pueris de amores vãos
Flores cultivadas no calor dos seios
Agora maceradas por sangrentas mãos

Escavando o peito numa dor insana
Raízes que teimam em não morrer
Vão sufocadas na mão que esgana
Não há mais espaço para florescer

Pobres meninos sou o teu Herodes
Não há como esconder entre o breu e a luz
Mesmo que agora pensas que foges
Serás o último mas morrerás na cruz!

Marcoantoniob
Enviado por Marcoantoniob em 03/12/2019
Reeditado em 03/12/2019
Código do texto: T6809498
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcoantoniob
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 54 anos
1632 textos (82918 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/19 00:39)
Marcoantoniob