Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Natal: uma prece

O pêndulo parece acelerar a batida
Em movimentos quase hipnóticos, afinal
É o anúncio de mais um ciclo que se finda
E com ele traz a lembrança (chegada) do Natal.

Que a crise que abala o mundo dos negócios
E que torna os consumidores mais comedidos
Não abale a fé, a solidariedade, a comunhão, a esperança
De uma milenar mensagem escrita em uma manjedoura

Pois, de tempos em tempos, renova-se
Não apenas as estações, as fases lunares, o calendário
Mas, o amor pregado pelo coração do Menino Deus
Que unge de esperanças o atormentado espírito humano.

Crises são janelas de oportunidades
Para avaliar os feitos e desfeitos
No contínuo aprendizado humano dos seres
Uma prece de Natal possa tocar o coração de todos nós.

Porque podemos ser melhores do que fomos
Menos egoístas e individualistas
MAIS solidários e companheiros
Menos ambiciosos e poderosos
MAIS humildes e humanistas.
 
AjAraújo, o poeta humanista, escrito no Natal de 2008. Obrigado por desfrutar do convívio e amizade de todos vocês, recebam este abraço enviado virtual, mas com sentimento real.
 
AjAraujo poeta humanista
Enviado por AjAraujo poeta humanista em 24/11/2009
Código do texto: T1940959

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Citar a autoria de Alberto José de Araújo e o site http://www.poesias.omelhordaweb.com.br/pagina_autor.php?cdEscritor=2715). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre o autor
AjAraujo poeta humanista
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
442 textos (7964 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/19 11:53)
AjAraujo poeta humanista