Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

REFLEXOS

REFLEXOS

De lenço branco entre os dedos
Me jogo de cara num beco
Um santo um caro desejo
Solidão a encantar


Reflexos claros me dizem
Que tal solidão não consiste
É como poeira no chão
Basta vento pra levar


Vou inteira pra folia
Dançar até outro dia
Beber  pinga com limão


Já de alma bem lavada
Após boas gargalhadas
Igual outras madrugadas
Entôo um samba em bom tom


Espantei noite tão fria
Lendo freud e poesia
Que de tão lindo judia
Será que é heresia
Misturar prosa com folia?




Klayka
Enviado por Klayka em 25/05/2006
Reeditado em 27/04/2018
Código do texto: T163027
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Klayka
Aiuruoca - Minas Gerais - Brasil, 60 anos
11 textos (383 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/10/18 18:38)
Klayka