Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mãos

Minhas mãos andam cansadas,
Elas que já tanto passearam
Em carinhos, arrebatadas,
Todo seu corpo exploraram

Hoje se sentem sós,
Soltas, no vazio do mundo
Me pego pensando em nós
Me vem um suspiro fundo...

Minhas mãos que já te despiram
Que já sentiram teu cio,
Hoje sozinhas, vazias se viram
Estavam doendo de frio...

Mãos que já se agitaram
Alegres contando histórias,
Hoje se aquietaram
Quando lhes vem à memória

Quando eram abertas em abraço
Quando você viesse à frente
E atrás de ti se fechavam em laço
Encontravam-se contentes..

Hoje uma a outra procura,
Percorrem vazios entre si
Dizem que o que arde cura
Mas minhas mãos ardem por ti

Uma procura na outra o apoio
O calor que se foi quando partiste
Enquanto separo o trigo e o joio,
Só elas expressam o quanto é triste

E mesmo se eu estou bem,
Com as mãos é bem outra a história
Pois nelas fica gravada também
Boa parte da nossa memória.

Tenho procurado ser gentil com elas
Compreender sua doce saudade
Direcioná-las para coisas belas
Ao Passeá-las pela cidade

Deixo-as a escrever poesias, os sins e os nãos
Deixo que falem, livres da minha verdade,
Afinal, quem mais além de nossas mãos
Que abrem as janelas para a felicidade?
Odemilson Louzada Junior
Enviado por Odemilson Louzada Junior em 16/08/2009
Reeditado em 16/08/2009
Código do texto: T1757778
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Odemilson Louzada Junior
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 45 anos
299 textos (14056 leituras)
1 áudios (33 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/11/19 08:31)
Odemilson Louzada Junior