Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu coração sem eira nem beira

Beirei em minhas vielas
Bicando sonhos precisos
Nos campos de varias favelas
A beira de tantos sorrisos

Beirando doces lábios
E as idéias de uns velhos sábios
Tristezas também beirei
A margem de uns jogador hábil

Beirando doce ilusão
Num dissabor de companheira
E a beirada do meu coração
Seguiu sem eira nem beira

Beirei doçuras de samba
Versando como beirei
E nas beiras com os bamba
Uma bamba me sagrei

Beiro uma cruel dor
Na beirada que chega
Quando uma bala sem amor
E bala tem amor?
Acertou em cheio o dega

E a beira da divineia
Beira que freqüento
Beiro com poucas idéia
Pá num bagunça o coreto

Doce choro que me beirava
Beiras de um coração sem sorte
Beirado coração sonhava
Mesmos beirando a beira da morte

Beiro e berro nos becos de mim
Me perco nas beiras e acho
O Dega nas beiras com tamborim
Chorando e sorriso a cada passo

E nas beiras pisadas
Guarda amarga e doce situação
No jogo da vida a bola é rolada
Na beira do coração

acessem http://akinskinte.blogspot.com/
akins kinte
Enviado por akins kinte em 20/01/2010
Reeditado em 20/06/2010
Código do texto: T2040648
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
akins kinte
São Paulo - São Paulo - Brasil, 35 anos
29 textos (7539 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/11/19 00:12)
akins kinte