Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PÕE O PÉ NA ÁGUA...

Clamas a quem? Por que não marchas?
o temor, o medo, são vírus da pequenez.

Vamos, levanta a tua face,
endurece o teu coração para os pessimistas,
aparta de ti a desesperança.

 Os mares se abrirão!

Tua herança maior é abalar os abismos.
que venham, pois, as intempéries,
que os infernos ribombeiem trovões.

Eleva a tua voz em cantos de Libertação,
livra o teu Espírito dos lixos humanos,
esconde-te na firme Rocha de Sarom.

 Os mares se abrirão.

Sei que os fardos são duros,
sei que o mundo é implacável,
mas não valem um segundo da tua existência.

Vamos, ergue-te,
não esmagues o teu futuro contra as pedras,
tributa, sim, Louvores a Deus.

Lembra-te: “o homem é como um sopro;
os seus dias, como a sombra que passa”.

Se meneiam as cabeças contra ti,
se intrigas te sobrevêm,
não te abales, almas miseráveis estão sempre à espreita.

Os mares se abrirão.

Clamas a quem? Por que não marchas?
o temor, o medo, são vírus da pequenez.





Ary Carlos Moura Cardoso (in memoriam)
Enviado por Ary Carlos Moura Cardoso (in memoriam) em 15/08/2006
Reeditado em 03/12/2009
Código do texto: T217028
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Ary Carlos Moura Cardoso (in memoriam)
Palmas - Tocantins - Brasil
1203 textos (449140 leituras)
1 áudios (442 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 31/07/21 19:50)
Ary Carlos Moura Cardoso (in memoriam)