Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tigre

Nasci no escuro da mata,
Sedento de carne e de sangue
Felino raiado, de redonda pata,
Mortal na neve, mortífero no mangue

Fui demônio, fui sábio, fui um deus
Sou a sombra na memória da aldeia
Que já deu fim em muitos dos seus
Sou agente do destino, e de sua teia.

Sou vários poderes encarnados,
Sou belo e terrível de se ver
Sou terror que finda os seus pecados
Ou mais perfeita visão de seu prazer...

Meu pelo, feito de sombra e sol
Meus olhos, portas a outra dimensão
A minha voz, que faz calar o rouxinol
E minha força, que não encontra oposição.

Sou senhor de mim, majestoso, seguro
Não conheço medo, apenas a mágoa de ti
Pois jamais temi pelo meu futuro
Até o bicho homem aparecer por aqui.

Sou tigre, estepes, florestas, montanhas dominei
O rei da Ásia, força encarnada, silêncio mortal
Hoje meu futuro é incerto, do amanhã não sei.
Talvez meu reinado já se encaminhe ao final.

Mas até que o último de meus irmãos se vá, tão cedo
E com as sombras da floresta se junte enfim,
Influenciarei aos homens, com fascínio e medo
E os farei se arrependerem de desejar meu fim.
Odemilson Louzada Junior
Enviado por Odemilson Louzada Junior em 20/05/2010
Reeditado em 20/05/2010
Código do texto: T2268902
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Odemilson Louzada Junior
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 45 anos
299 textos (14056 leituras)
1 áudios (33 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/11/19 04:06)
Odemilson Louzada Junior