Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eu vi a paz

EU VI A PAZ
                                           
   
Eram muitos, muitos mesmo,
Homens, mulheres, crianças
Chegados de toda a parte
Numa perfeita união.
Sem inveja nem ciúmes
Era uma grande família,
Que a cada dia crescia.
Crescia sem preconceitos:
Brancos, negros, amarelos,
Poucos ricos muitos pobres;
Até mesmo os miseráveis.
Analfabetos ou cultos
De ignorantes aos sábios,
Indiferente.
Tratados iguais,
Nada importava,
Sem objetivos,
Sem ilusões.
Amor e ódio?
Também não existiam,
Ali imperava a lei do silêncio
Para a comprovação da vida,
Apenas mortos.
Eu vi a paz
No cemitério.

Condorcet Aranha
Enviado por Condorcet Aranha em 26/02/2007
Código do texto: T394537


Comentários

Sobre o autor
Condorcet Aranha
Joinville - Santa Catarina - Brasil, 80 anos
106 textos (15473 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/09/20 11:29)
Condorcet Aranha