Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema versado

Poema versado.

Uma angústia
Uma dor no peito
Que não tem jeito
Não sara, não cura
Às vezes passa, às vezes volta
Na revolta de um passado que machuca
Que assusta
Que frusta
Que refuta
Que reluta
Mas que dá força
Na luta
Na labuta
Na vitória e na glória

A esperança vem, e o dia! O dia passa, na solidão vejo luzes que reluzem no caminho para nova etapa.

E eu...como mortal, não posso parar... e seguir é meu destino.
Francisco Amorim
Enviado por Francisco Amorim em 09/06/2016
Código do texto: T5662156
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Francisco Amorim
Aparecida de Goiânia - Goiás - Brasil, 61 anos
42 textos (1657 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/05/21 15:49)
Francisco Amorim