Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sinto muito pena

Apenas seja o plano perfeito,
O jogo inalcançável,
Ou aqui comigo,
Apenas seja o suficiente para querer voar,
Querer ser humano e real,
Tanta gente ambiciosa,
Olhe quem morre e também quem mata,
Sinto muita,
Pena,
Delirante sabor feito da lua minguante,
Com a luz logo na penumbra da ignorância,
Rasgados pelo ego,
O veneno do século,
A prisão fria da criação,
Fazendo a vida inútil,
Tanta gente vazia,
Sinto muita,
Pena.


Gerenciando o ódio,
Matando quem tem inocência,
Sou um ser imperfeito,
Sinto medo mas supero,
Que graça tem ser um clone,
Beleza deveria ser a paz de espírito,
Quem quer guerra,
Eu sinto muita,
Pena,
Fazendo o mundo ser cruel,
Parem de ser assim,
No século que ainda tenho que gritar,
Mas não é preciso espernear,
Pois,
O mundo não evoluiu como devíamos,
Eu sinto muita,
Pena.



Espalhar o amor que vem da alma,
Tornou tolice,
Sou tola por seguir o maior mestre da história?
O amor as veze cura,
Mas a obsessão machuca,
Um dia amei mas me traíram,
Pessoas são egoístas,
Mas eu sinto muita,
Pena.
Deisiane Oliveira
Enviado por Deisiane Oliveira em 16/05/2018
Código do texto: T6338385
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Deisiane Oliveira
Betim - Minas Gerais - Brasil, 22 anos
171 textos (1216 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/18 18:31)
Deisiane Oliveira