Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


Ame

Não deixe que o orgulho te distancie de alguém que amas,
Porque penalizar esse amor com tanta saudade,

E se não houver amanhã já pensou nisso?!
Porque te enganas?

Se o perdão teu amor permite, use-o

Verás a recompensa dos que amam,
Se não te permites mudar,
Pelo ao menos perdoa a quem te ama

Agora se já não te resta mais amor
Então liberta deixe que se vá
Outros braços te esperam
Quem te ama continuará te amando,
Porém livre.

Sabias que amar faz bem?!
Odiar carranca o coração
Fecha as portas da esperança
É coisa de tolo, é perda de tempo.
É obra do cão.

Um grande amor não se despedaça,

Não sofre convulsões,
É livre como a brisa,
Resiste e transcende nunca acaba
Ele se eterniza.
 

 
 
 

 
António Souza
Enviado por António Souza em 13/06/2018
Reeditado em 13/06/2018
Código do texto: T6363146
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Antônio Souza - www.antoniosouzaescritor.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
António Souza
Manaus - Amazonas - Brasil
102 textos (3434 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/18 22:42)
António Souza

Site do Escritor