Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

És o Nada da Minha Imaginação

No abstracto do tempo escondido:
Sinto teus passos no nada;
Absorves o vapor sem alma;
Tudo é nada...
A vida já não existe!
Foge no correr do tempo;
Tudo é nada;
O mundo não resiste à imaginação;
Contudo a morte é saudada...
Com tanta vida triste!
No abstracto do tempo escondido;
Esta vida por todos nós é levada...
A vida já não existe!
Para ti o tudo;
Tudo é nada;
És o nada da minha imaginação!
Sentimento de um todo:
Mundo ignora o abstracto;
A morte vem;
No monótono além...
Tudo é nada!
Tempo Onírico de um tempo escuro;
Sonho da escuridão;
Realiza o pensar da morte...
Mundo do nada...
És o nada da minha imaginação!

                                                                       27/06/2018
                                                                  José Duarte André
José Duarte André
Enviado por José Duarte André em 27/06/2018
Código do texto: T6375251
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
José Duarte André
Portugal, 76 anos
493 textos (14945 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/19 07:54)
José Duarte André