Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Não se pode conseguir uma paz verdadeira, se se basear a conduta na eventualidade dum futuro conflito. Albert Einstein (Como Vejo o Mundo)

Paz

A paz, que se faz agora, é, no porvir,
um abraço apertado e verdadeiro.
Um abraço que abraça o mundo inteiro,
por mais que alguém pretenda se ferir.

A paz é como um velho marinheiro,
que sabe navegar no mar bravio,
e que confia a sorte do navio
nas mãos do calejado timoneiro.

Façamos pois da paz um ideal
capaz de separar o bem do mal,
com as mãos lenientes do perdão.

Pois se assim fizermos todos nós,
é possível que Deus nos ouça a voz
e nos encha de amor o coração.
Herculano Alencar
Enviado por Herculano Alencar em 11/11/2018
Código do texto: T6500061
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Herculano Alencar
São Paulo - São Paulo - Brasil, 65 anos
1558 textos (73335 leituras)
35 áudios (707 audições)
13 e-livros (4710 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/06/19 07:40)
Herculano Alencar

Site do Escritor