Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NAVIO

Que me lancem ao mar! (MAR III - WALLACE)
Pois já derrubei o meu mastro
Quebrei o meu último lastro (Último lastro - SRTA)
As vezes não sei o que faço

Que me lancem ao mar
Aonde a Lua me alumia (LUA - SRTA)
Nas tristezas ou alegrias
E como um moravio me guia (Jovens Moravianos - POETATARDIO)

Que me lancem ao mar
Pois já não enxergo babel (BABEL - CJ)
A vida me é carrossel (Carrossel - DEO)
Não sinto nem lábios nem mel

Que me lancem ao mar
Enganar tal qual cadeirante (Sua cara de piedade - CAROL)
Que finge ser bom, com amante
Qual mago e tal cartomante (A Cartomante - Juliana)

Me lancem ao mar
Nessa sociedade barata (Obscuro século XXI - LARISSA)
Com toda a overdose que mata (Overdose - Beatriz)
Aos poucos qual rima barata

Me lancem ao mar
Viver mergulhado na margem
Na insofismavel paisagem (Insofismável - Pedro)
Por fim o mar foi so miragem

O calor quente da gota!
Isso é o que dá uma quente no calor...
Desce outra!

Desafio do poema usando uma frase ou trecho de um texto de um autor.

Em homenagem aos excelentes recantistas
WALLACE AMORIM
SRTA. PADRÃO
JULIANA MONTENEGRO
CJ OLLIVEIRA
CAROL GALVÃO
BEATRIZ CAROLINE SILVA
LARISSAOLIVEIRA
POETATARDIO
DEO
PEDRO MENDES
Leandro Severo II
Enviado por Leandro Severo II em 25/06/2019
Reeditado em 26/06/2019
Código do texto: T6681011
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Leandro Severo II
São Paulo - São Paulo - Brasil, 26 anos
77 textos (3475 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/11/19 06:30)
Leandro Severo II