Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Me perdoo mil vezes me perdoo
os gritos que gritei,os palavrões que falei,
o sarcasmo, a critica e indiferença,
me perdoo, te perdoo, te perdoei
porque desfizestes minhas certezas,
deixando abertas as feridas
desafiando as mascaras, as crenças,
desvelando de Dorian Grey o retrato,
com os misterios, os pecados, a angustia e a dor.
Com meu perdão me permito
soltar  meus insanos medos,
desfrutar das possibilidades
de simplesmente viver
e ser 
cada vez mais
louca, desvairada,
solitária,
insensatamente feliz.

 
Mariangela Barreto
Enviado por Mariangela Barreto em 19/10/2019
Reeditado em 20/10/2019
Código do texto: T6773621
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mariangela Barreto
Recife - Pernambuco - Brasil
666 textos (14517 leituras)
2 e-livros (103 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/19 18:45)
Mariangela Barreto

Site do Escritor