Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto






A brilhante retina deslinda

a magia irisada das sílabas

onde me alumias em passeio

na magia das hipotenusas

contestando cantos quadrados

balizados por catetos estáticos

em contraponto

pulsa a veia que no pulso

se sente com a polpa do dedo

adivinha-se o sangue rubro

incontestavelmente vivo

como as rosas da paixão

no lirismo de improviso

que nos conduz em canto

despontando em labareda

a essência a vida e o poema




24/o7/2005



 
Maria Petronilho
Enviado por Maria Petronilho em 06/01/2006
Reeditado em 07/12/2013
Código do texto: T95074
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Maria Petronilho
Almada - Setúbal - Portugal, 68 anos
1271 textos (137037 leituras)
60 áudios (14444 audições)
9 e-livros (6374 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/09/20 13:00)
Maria Petronilho

Site do Escritor