Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Da série do dicionário individual conotativo: Realidade

Acho que cada um tem a sua... a minha é inverossímil
Onde a vida é uma vilã com requinte de crueldade
E morte às vezes me aparece como a libertadora e ora como quem castra...
E eu que nem não sou personagem disso? Sou apenas boneco de "ventrílouco"!
Preso por fios, em nós que me atam em regras sociais e de tola existência...
Pior que no fim, posso estar preso por nós, mas só existe eu em mim...

Acho que o grande defeito da realidade
É não aceitar minhas verdades que eu tento impor...
Augusto Sapienza
Enviado por Augusto Sapienza em 19/04/2008
Código do texto: T953387

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Augusto Sapienza
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 36 anos
52 textos (2228 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/06/19 05:58)