Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tome cuidado ao tocar na alma alheia:






Ele me chamava de linda, ah meus olhos brilhavam de tanta alegria.

Ele me mandava um abraço e até parecia que sentia de verdade o aperto nos meus braços.

Quando eu sumia o dia todo, ele mandava um comentário dizendo que sentiu  saudades.

E eu bem que tentei não me envolver naquelas doces palavras, mas foi mais forte que eu.
As atitudes me fizeram acreditar que realmente eu havia despertado algo bom nele.

Eu trocava meu perfil e ele era o primeiro a comentar; nossa  tá ainda mais linda "meu amor."
 
Então todo dia ele  me visitava nos meus pensamentos e até nos meus sonhos ele insistia em aparecer.

Minha intuição bem que tentou me avisar;
 Ei não entre de cabeça, não crie tantas expectativas!

Bem que eu queria agir pela razão; mas como pode isso; se eu sou
 coração?!
Já era meu irmão,  a paixão me pegou de jeito e na verdade eu já estava me perdendo.

Era um sonho? Só momento? Ou amor estava nascendo?

Até que o sonho virou pesadelo, descobri que inventei um alguém que não existia, um alguém que dizia para outra o mesmo que me dizia!

As vezes a gente quer tanto encontrar um amor, que enxergamos amor  onde não tem!

Temos o poder do "cultivar"
 Se não quer morar naquele pensamento, não cultive amor.

Há pessoas que são coração e há pessoas que só são pessoas.
E tem aquelas mais especiais;  que te oferecem aquilo que ela tem sobrando no coração!

"Então que te sobre amor."
 #Andrea_Domingues ©

Andrea Domingues
Enviado por Andrea Domingues em 13/10/2018
Reeditado em 13/10/2018
Código do texto: T6475102
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Andrea Domingues). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Andrea Domingues
Ribeirão Preto - São Paulo - Brasil, 39 anos
379 textos (5702 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/19 19:30)
Andrea Domingues