Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Garoas

Caem as chuvas incomodas e frias.
Calçadas, serpentes de pedra, iluminadas .
Sempre um atropelo , novelos de pessoas
Essa ranger de pneus e o tic tac  dos saltos.
Dos  desesperados, e na pressa, correm
Igual ao veloz deslizar , das rodas, nos carris
Oblíquas águas, refazendo o horizontalidade do mar
Chocando-se na colcha da espumas, nas brumas
Dos cais de pouca luz,  onde vultos esperam
Barcos opacos, de bancos vazios .
E nos horizontes em macilentos tons
Cinzas, pálidos,  nas cinzas das lembranças.
Noite adentro virando madrugada!
Garoa de águas dos céus, indiferentes
Lavem a minha fronte fria, a noite se foi!
Chegará o dia!!!!!

antonio noronha-14
antonio noronha
Enviado por antonio noronha em 12/07/2019
Código do texto: T6693987
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
antonio noronha
Uberaba - Minas Gerais - Brasil
11 textos (61 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/07/19 16:19)
antonio noronha