Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

GOTAS DE SUOR

Eu vejo gotas de suor que são fruto do esforço…
Do trabalho de quem é humilde, caindo e molhando o chão!
Pelos humildes eu sempre torci, torcerei e torço…
Porque os humildes em sua maioria, não vê a própria escravidão!

Eu vejo pingar ao chão as gotas de suor do agricultor…
Que trabalha de sol a sol para alimentos produzir!
Aí vem e enche os bolsos de dinheiro o atravessador…
Ficando com o bônus e deixando o ônus, ninguém precisa se iludir!

Eu vejo pingar ao chão as gotas de suor do pedreiro e do ajudante…
Construindo casas, edifícios, muros, pontes e todo tipo de construção!
São heróis humildes e anônimos que trabalham de forma incessante…
Para que o crédito seja dado a quem possui elevada diplomação!

Eu vejo pingar ao chão as gotas de suor do trabalhador braçal…
Que com pouco estudo é alvo de exploração!
Talvez por dentro sofra e se sinta muito mal…
Quem busca e não acha, pega qualquer coisa por falta de opção!

Eu vejo pingar ao chão as gotas de suor do enfermeiro…
Que em condições precárias realiza uma cirurgia!
Em qualquer parte do mundo de janeiro a janeiro…
Salvando vidas e trazendo para as famílias e amigos dos salvos, indizível alegria!

Eu vejo pingar ao chão gotas de suor do professor…
Que leciona em escola improvisada e com péssimo salário!
E continua lecionando porque à profissão tem amor…
Mesmo sendo visto pelos insensíveis como se fosse um otário!

Eu vejo pingar ao chão gotas de suor do policial que corre atrás do bandido…
Colocando em risco a própria vida sem o menor reconhecimento!
Eu vejo pingar ao chão gotas de suor de quem corre atrás e é iludido…
Acreditando em fábulas, em mentiras que são-lhe impostas a todo momento!

Eu vejo pingar ao chão gotas de suor de quem corre atrás para ajudar…
Porque aprendeu a tratar o outro como gostaria de ser tratado!
Eu vejo pingar ao chão gotas de suor de quem vive fugindo e tentando enganar…
Por pensar somente em si, pelo egoísmo ter sido dominado!

Eu vejo pingar ao chão gotas de suor de todos que trabalham honestamente…
Sem prejudicar, iludir, nem tirar por qualquer meio algo de ninguém!
Eu vejo pingar ao chão gotas de suor de quem corre atrás da verdade diuturnamente…
Defendendo o que é sério, o que é justo e o bem!

Eu vejo pingar ao chão gotas de suor do atleta…
Que corre, treina e se empenha para o objetivo alcançar!
Aplaudo a qualquer intelectual do bem que esteja alerta…
E que segue a YAHUSHUA onde Ele possa estar!

Eu imagino pingando ao chão gotas de sangue do Mestre amado…
Lá no Getsêmani em agonia, em intensa oração!
Eu imagino pingando o Seu suor em sangue transformado…
E hoje eu O imagino chorando por tanta ingratidão!

Eu O imagino chorando pelo pecado e idolatria…
Que o mundo de forma consciente ou não insiste em abraçar!
Enquanto se aproxima mais e mais o dia…
E Ele nas nuvens receber os seus e as suas para o Céu levar!

Eu imagino Noé correndo, suando e pregando durante cento e vinte anos…
E construindo a arca como YAHU lhe ordenou!
Salvar a todos os que lhe ouvissem estava nos planos…
Mas somente a sua família lhe ouviu, e só ela se salvou!


antonioalvestalentos



Antonio Alves
Enviado por Antonio Alves em 19/04/2020
Reeditado em 22/10/2020
Código do texto: T6922070
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Antonio Alves
Serra - Espírito Santo - Brasil, 58 anos
4808 textos (124903 leituras)
10 áudios (3211 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/05/21 23:12)
Antonio Alves