Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FRAGMENTOS



O Poema nasce em silêncio
Sem fazer alarde
Cresce num sopro de palavras
Atiradas ao vento brando...

O Poema vai-se desenhando no caminho
Às vezes acompanhado...
Outras sozinho...
Tateando as pedras acumuladas
nos espaços em branco...

O Poema se desenrola...
Entre as palavras e o silêncio
Entre o grito e o susto
Entre o céu e a terra
onde girassóis adormecem insectos...

O Poema vagueia pelo solo ausente
Rasgando a solidão do vazio presente
Perambulando pelo escuro
das ruas sem saída
buscando as palavras que se perderam
num labirinto de paixões...

- Entre o tempo e o pensamento
há o Poema que se fragmenta com o vento!

By@
Anna D'Castro

Anna DCastro
Enviado por Anna DCastro em 08/07/2020
Código do texto: T6999673
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Anna DCastro
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
213 textos (10992 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/03/21 09:21)
Anna DCastro