Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O agradável caminho da luz do dia

Seguindo a direção dos sinais da esperança
Esperamos um dia nos vermos novamente
E o coração que nos torna crianças
Planta com ternura as humildes sementes

Assim surge a aurora do amanhecer
Como a lua que debruça no recanto do oceano
Eu fecho os olhos e vejo você
Então vivemos como renovados anos

As promessas de Deus foram permanecidas
O verbo existe para se fazer o novo
Cada luta é vista como uma missão cumprida
E a paz reina na boca do povo

Igualdade! Fraternidade! Eloquência!
O dia está raiando e as crianças dormem
Os pássaros acordaram na sua inocência
E nos ensinaram que o verdadeiro amor não morre

Vamos em busca de grandes instruções
Capacidades que elevam o orgulho da nação
Abrimos horizontes de nossas visões
E vejam que o futuro requer equilíbrio entre os traços da emoção

Pois a sensação contida no universo
Em ondas do mar submergidas no ar
Não pode dominar o lado avesso
O sonho só é sonho quando juntos num olhar

Tentamos erguer nossos braços gigantes
O ser humano é dádiva e merece respeito
As estrelas, a Luz do sol equidistante
Nos traz o orgulho gravado no peito

De sermos Brasis, de sermos Planeta
De sermos Natureza e irmã do tempo
De sermos a paz que se esconde na gaveta
E os dóceis leões que nos conduz ao vento

De sermos luz de anjos florestais
E num labirinto fazermos castelos
O contorno dá voltas nas linhas gerais
E os versos do Orfeu são pontos nos livros agradáveis e belos.
Lucilene Nobre
Enviado por Lucilene Nobre em 15/09/2021
Reeditado em 15/09/2021
Código do texto: T7342593
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre a autora
Lucilene Nobre
Morada Nova - Ceará - Brasil, 35 anos
167 textos (1533 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/09/21 06:39)
Lucilene Nobre