Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Agonia!



No meu quarto meus pincéis de pintura.
Cansados , eles e eu; estamos em completo repouso.
A tela esta em branco.
Modelos não faltam.

Bem perto, a foto do meu filho.
Belo garoto em plena adolescência.
Há quadros de pintores famosos nas paredes.
Poderia copiá-los. Dizem ser uma boa maneira de aprender.

A rádio solta ondas em melodias.
Na janela entreaberta, nenhuma estrela no céu.
Barulhentos aviões cobrem suas rotas.
Imagino passageiros felizes!

Tudo aqui esta bagunçado. Reflexo de minha alma.
Ela se perdeu quando mais poderia ganhar...
Não tenho respostas.
O peito apertado rejeita a fumaça do cachimbo - antes prazerosa.

Meu desejo de telefonar para alguém é zero.
Assim como os créditos do meu celular.
Não quero pensar. Mas não consigo.

Meditar sempre foi minha renovação.
Mas agora estou bloqueado.
O que acontece. Isto é depressão?
Depressão por quê? Por quem?

A resposta é que nunca acharei minha tribo.
Sou poeta desde que vim para esse mundo.
E até agora não o compreendi o meu propósito.
Sou vento da terra e mar do ar: sou o avesso.

Voltarei para o lugar de onde vim.
De mãos completamente vazias.
Sem nada aprender com essas pessoas maravilhosas!

www.jaederwiler.webpagina.com.br


jaeder wiler
Enviado por jaeder wiler em 02/02/2007
Código do texto: T367404

Comentários

Sobre o autor
jaeder wiler
Mantena - Minas Gerais - Brasil
417 textos (19768 leituras)
9 e-livros (8203 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/09/20 21:39)
jaeder wiler