Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A pluma e eu

A pluma que voa ao vento,
leva consigo incerteza e vagar,
assim eu cá embaixo,
descompassar invento,
para meus ais acalmar.

Rufam os tambores,
bate meu coração,
blefam os amores,
eu na solidão.

Caminhos abertos,
estrada vazia.
Caminhar que não vem!
Eu aqui a esperar.

Caminhar é preciso,
testemunha espreita,
em cada esquina,
no beco estreito.

No vagar da carruagem,
a pluma agora repousa,
numa vala qualquer,
Até quando Deus quiser.

Eu com minha sina,
um amor invento,
desaforo agüento,
e levando vou....

O vento sopra,
a pluma levanta,
do meu coração brota,
saudade de alguém.
Irani Bender
Enviado por Irani Bender em 21/02/2007
Código do texto: T388921


Comentários

Sobre a autora
Irani Bender
Santa Cruz do Sul - Rio Grande do Sul - Brasil, 66 anos
36 textos (3353 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/09/20 21:35)