Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TODOS OS DIAS

Eu chego e sento
na ponta de uma fileira
com quatro cadeiras;
ponho minha mochila
ao lado, no chão.

As pessoas enchem
seus lugares
e ao meu redor
só fica a impressão
de uma muda ausência.

Se eles soubessem
que isso é solidão...
Aqui não tenho nenhum amigo.
Diego Duarte
Enviado por Diego Duarte em 15/10/2018
Código do texto: T6477352
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Diego Duarte
Ananindeua - Pará - Brasil
401 textos (7846 leituras)
3 e-livros (135 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/01/20 17:54)
Diego Duarte