Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Teatro da vida

Nada percebe
Não contactua
Silêncio da sirene
Que tocara  incessante

Olhos opacos estáticos
Agito nas cinzas salas
Com brancos semoventes
Iluminando as pupilas
Com midriase presente

Braços abertos
Peito desnudo
Qual Cristo na cruz
Inicia o calvário
Do sofrimento extremo

No tosco cenário
Puncionado entubado
Atos de ressuscitação
Permanece inanimado
As pálpebras baixadas
Como cortinas do teatro
No fecho do último ato

Platéia em silêncio
Constritos e pasmos
Da tétrica história
Com enredo real
Na incógnita hora
De serem um dia
O ator principal





 






Tite Furtado
Enviado por Tite Furtado em 11/01/2018
Reeditado em 11/01/2018
Código do texto: T6223403
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Tite Furtado
Curitiba - Paraná - Brasil, 82 anos
96 textos (4361 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/09/20 23:31)