Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Máquina

Já vim pronto, era só rotular, numerar, e deixar solto.
Também de fato, tive falhas de fabricação. E a máquina esqueceu que era máquina e quis sentir, por isso sofreu, e continua,
pois sentir ainda vale mais que nascer máquina,
já vim pronto, só faltou a coleira. Sonhei demais, voei demais, só queria sentir, e nada executei pois sentir domina a razão, a dor que paga o prazer, já vim rei, sou ainda dono de mim, e o que pensei por toda essa vida, estão escritos nas eternidades das criações do cosmos, o papel sumirá, porem a obra é eterna, e sempre foi só minha. Assim vim, sentindo demais.
Thiago Herek
Enviado por Thiago Herek em 12/09/2019
Código do texto: T6743818
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Thiago Herek
Londrina - Paraná - Brasil, 40 anos
162 textos (3562 leituras)
3 áudios (59 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/11/19 18:03)
Thiago Herek