Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

No porão das ideias: o fascismo

A primavera está morrendo,
ardendo entre as chamas do teu ódio,
entre ondas de ressentimento e medo,
o amor está se perdendo...

Nos teus olhos vejo desejo de glória,
na sujeição do teu irmão,
não estudastes mas tudo sabes,
quem estudou sofre na tua ignorância...

Serpenteou pelas sombras desde 88,
cresceu do nada para mais nada,
gritando aos ingratos do mundo,
para agora ver-se corado como um falso Cristo...

Tuas escolhas abatem sobre nós o fel da morte,
libertando os fantasmas da tortura,
fortalecendo as odes da irracionalidade,
costura nas fendas da democracia a próxima ditadura...

No porão das ideias fechou-te para a humanidade,
combate as artes e execra a solidariedade,
pinta na parede da cidade o cinza da tua alma,
beija um crucifixo enquanto exclui a diversidade...

São tempos de terrorismo aberto,
2019 será de armas e guerrilhas?
o que estamos fazendo a nós mesmos?
onde iremos parar além do cemitério?

Abra teus olhos agora,
afaste de nós este cálice de veneno,
não esperes 20 anos para pedir perdão,
tuas lágrimas de nada adiantarão no meu sepulcro...
Andretti
Enviado por Andretti em 15/10/2018
Reeditado em 15/10/2018
Código do texto: T6477240
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Andretti
Arapiraca - Alagoas - Brasil
800 textos (15947 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/06/19 04:28)
Andretti