Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CONSTRUÇÃO

         Construiram grades e prisões de aço
         Contra à poesia
         Jogaram pedras de negro óleo
         Sobre ela
         Apunhalaram suas palavras
         Açoitaram suas letras de A x z
         Afugentaram-na como se fossem espectros
         Más eu- um dos seus pedreiros
         E eventual cultivador dessa arte
         Revigorei-a para a luta
         Na força e união
         Senti seu fogo entrando
         Em minha alma
         Juntei seus fragmentos
         Emoldurei-as num brasão de luz
         Eis agora à poesia
         Brilhando em meu seu
         Com gritos de liberdade
         VIVER!!!! VIVER!!!!VIVER!!!




         
         EDEGAR  SOARES
Edegar SOARES
Enviado por Edegar SOARES em 17/07/2006
Código do texto: T196065


Comentários

Sobre o autor
Edegar SOARES
Balneário Camboriú - Santa Catarina - Brasil, 63 anos
152 textos (25560 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/03/21 23:31)
Edegar SOARES