Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Olhos Sujos

Surge a noite
e não dura mais que uma vida.
A única certeza,
a de que um dia viria.

Porque os anjos agora não me penteiam?
porque cospem palavras que raspam traços de fogo em meu rosto?!?
Porque os olhos não fecham?
Se fechada já está a porta, o armário e a mente.

Olhos sujos,
de mil noites de insônia
que trancados ficam abertos
de tanta vergonha.

Da costurada boca, as palavras que querem dizer sim
Só conseguem dizer não.
Da luz, ao invés de um abraço,
um forte empurrão.

Os sujos olhos, embaçados, impedem de ver.
De ver tudo o que nunca foi.
Afônico, o corpo já não responde,
E em lágrimas caminha para longe.

Onde estão as nuvens de ouro que eu via na TV?
que vida, triste vida, sem cor e com luz.
Vivi com olhos sujos, e fui embora com eles
Não vi mais, nem menos.

Pálpebras, cílios, óculos e lentes;
Maquiados para os dias de luz,
na noite, não usa nada;
apenas os olhos sujos.
Iloivas
Enviado por Iloivas em 19/01/2007
Reeditado em 30/01/2007
Código do texto: T351860

Comentários

Sobre o autor
Iloivas
Cotia - São Paulo - Brasil, 33 anos
9 textos (300 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/09/20 08:28)
Iloivas