Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A FACE DA VIDA

A FACE DA VIDA (E DA MORTE)
(Baseado naquela famosa foto que há tempos circula na Net do menino africano disputando comida com aves de rapina e sendo espreitado por elas.)

Vê a terra que me nega
Vê a face que me nega
Vê a terra que me negas
Vê a face que me negas

Nega a face que me beija
Nega a terra que me beija
Nega a face que me legas
Nega a terra que me legas

Face a face com o beijo
Face à terra que me legas
Face a face com a terra
Face à face que me legas

Vê a face que me beija
Vê a terra que me beija
Vê a face que me legas
Vê a terra que me legas

Vê a morte que me legas
Vê a sorte que me beija
Vê a morte que me beija
Vê a sorte que me legas

Beija a fome que me beija
Beija a sorte que me beija
Beija a face que me beija
Beija a morte que me beija

Beija a fome que me espreita
Beija a sorte que me espreita
Beija a face que me espreita
Beija a morte que me espreita

Vê a vida que me negas
Vê a vida que me beija
Vê a vida que me espreita
Vê a vida que me legas...

Leopoldina, MG.
Balzac José Antônio Gama de Souza
Enviado por Balzac José Antônio Gama de Souza em 20/01/2007
Reeditado em 20/01/2007
Código do texto: T353055

Comentários

Sobre o autor
Balzac José Antônio Gama de Souza
Leopoldina - Minas Gerais - Brasil, 68 anos
204 textos (18536 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/09/20 10:21)
Balzac José Antônio Gama de Souza