Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Como um grão de areia.

Como um grão de areia
Composto de tantas partículas
A prática do particular
As ruas e os tanques de guerra.

Bagdá, crepúsculo da obviedade
Comprimentos de guerra
Fogo cruzado.

Uma nova cruzada
Haveremos de cruzar
Se vivos, ninguém sabe.
Quem sabe o dia de amanhã?

Acordar em meio a escuridão do dia
Procurar e não achar, se esconder
Do indefensável.

Vida! Choram os corpos
De quem ama.
Sangue; toca os corpos
De quem chora.
Hugo Neto
Enviado por Hugo Neto em 28/01/2007
Código do texto: T361081

Comentários

Sobre o autor
Hugo Neto
Coronel Fabriciano - Minas Gerais - Brasil, 36 anos
37 textos (926 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/09/20 11:28)