Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pelos passos do Brasil

Existe? Qual a sensação de não viver?
Ouves? Tudo o que há não é pra você
Pelos passos do Brasil, lentamente
caminhando o escravo faz sua prece:
"Deus perdoa meu irmão, cura sua peste"
Mas nada aconteceu, o escravo irmão morreu

Seu senhor tão dono de si, nem o enterrou
mandou jogá-lo na ribanceira, no rio
O irmão logo cedo também enxugou
as lágrimas escorridas em sua face
Face de quem não caminha mais... Com liberdade...
Pelos passos do Brasil, assim ficou...

Nada nem ninguém pode reconhecer
o trabalho do escravo que morreu
Mas antes da peste tomar seu corpo
Ele do alto da montanha foi avistado
Havia feito uma prece ao senhor...
"Deus livra-me de toda esta dor"

Dias depois a lepra tomou seu corpo
caindo aos pedaços, mesmo assim sorria
Finalmente alguém escutara sua reza
Mesmo com toda a dor que sentia
Pode ser capaz de agradecer a Deus:
"Obrigado, por dar-me a liberdade...
Liberdade de viver ao lado seu"

Pelos passos do Brasil, terra sem lei
Uma época não muito distante foi carrasca
Enriqueceu o mundo, mas cortou a asa
Do único que devia ter a liberdade:
Humanos de sangue puro, de bela alma
Confundidos como seres inferiores...

E hoje? As coisas não mudaram muito:
Ainda há gente morrendo pelos corredores...
E a liberdade é apenas mais uma palavra perdida no dicionário...
Gele
Enviado por Gele em 10/02/2007
Código do texto: T376552

Comentários

Sobre a autora
Gele
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 35 anos
35 textos (2184 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/09/20 22:06)
Gele