Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um viva ao que é nosso

Quero te falar das coisas que eu guardo aqui dentro
O nosso eu que não escondo não me envergonho
Por que eu , meu bem, dou valor
Ao que brota no peito de quem é do meu chão

Meu alicerce é o sentir e o cantar,
 o colorir e o imaginar
O esculpir e o criar

Não venha me falar
Não venha se gabar
Do que nasce longe do peito
Do que nasce longe das veias do meu chão


O que se faz aqui é bom
O que se escreve aqui é paixão
É poesia, é amor , é  som
que brota do coração

O que se faz aqui é tom (show)
O que se canta aqui é razão
É vida, é sangue, é dom
que brota na canção

Vem comigo, meu bem,
Valorizar o que sai das raízes do coração
Enaltecer o que sai das entranhas de quem nasce nesse chão
A poesia é eficaz e o cantar é amigo
Um viva às nossas mãos!
( um viva ao que é nosso)
Alice no País da Poesia Alice Raposo
Enviado por Alice no País da Poesia Alice Raposo em 31/07/2017
Reeditado em 01/08/2017
Código do texto: T6069820
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Alice no País da Poesia Alice Raposo
Teresina - Piauí - Brasil
131 textos (3272 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/04/20 09:49)
Alice no País da Poesia Alice Raposo