Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Entregador de Ilusões

Sei que é ilusão e faz mal para o coração!
Mas o que é que vou fazer se é só o que sei fazer?
Levar e trazer é  meu serviço
as drogas, que iludem os já submissos.
À cada dia um novo cliente concebo
entrego ilusões e o pagamento recebo.
Entrego, embrulhado, a morte.
Clandestino, entregue à própria sorte
vou perambulando pela cidade
distribuindo a pseudo felicidade.
Eu, em minha diminuta idade
buscando suprir minhas necessidades
compro o que preciso com o que recebo
e a cada dia, mais distante, o horizonte percebo.
Levar e trazer é  meu serviço
as drogas, que iludem os já submissos.
Vendendo aos loucos a mágica do feitiço.
Enquanto aspiram o pó derradeiro
eu, em minha tosca idade
tento ser grande, ser gente,
ser verdadeiro nessa cidade que existo.
Mas quem sou eu?
Sou um moleque triste que " posa " de Cristo
acertando contas com Deus.
Venerável Beda
Enviado por Venerável Beda em 13/03/2018
Reeditado em 13/03/2018
Código do texto: T6279132
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Venerável Beda
Joinville - Santa Catarina - Brasil
171 textos (1760 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/18 16:55)
Venerável Beda